23°C 34°C
Manaus, AM

Governo do Amazonas levou acessibilidade e segurança para crianças e adolescentes no Carnaboi 2024

Governo do Amazonas levou acessibilidade e segurança para crianças e adolescentes no Carnaboi 2024

11/02/2024 às 22h22
Por: Portal In9
Compartilhe:
Governo do Amazonas levou acessibilidade e segurança para crianças e adolescentes no Carnaboi 2024

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), levou para as duas noites do Carnaboi 2024, acessibilidade para PcD, além de garantir a segurança de crianças e adolescentes. Realizado pela primeira vez no Studio 5 nos dias 10 e 11 de fevereiro, o evento reuniu os serviços do Estado ofertados nas demais iniciativas do Carnaval na Floresta, assegurando direitos e prevenindo violências.

Mais de 200 profissionais da Sejusc atuaram no Carnaboi 2024. Nas duas noites de festa, eles foram responsáveis por prestar assistência ao público com o Espaço Acessível, pela triagem de crianças e adolescentes, além de manter a Central de Achados & Perdidos, que não registrou ocorrências, e as abordagens preventivas a violências com o público em geral.

Continua após a publicidade

Fotos: Lincoln Ferreira/Sejusc

Nos dois dias de evento 96 pessoas entre PcD e acompanhantes passaram pelo Espaço Acessível. No Studio 5, o público com mobilidade reduzida contou com uma entrada exclusiva, diferente do que acontece em outros espaços.

A secretária titular da Sejusc, Jussara Pedrosa, falou sobre a importância da atuação dos agentes da pasta no período. “Esse é um evento que reúne órgãos do Estado para garantir a segurança da população. É claro que a Sejusc, enquanto órgão atuante para a prevenção de violações de direitos, se faria presente para, mais uma vez, garantir o melhor para a população” explicou.

Fotos: Lincoln Ferreira/Sejusc

Em relação às crianças e adolescentes, a triagem foi feita com base na Portaria 003/2023, da Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), que proíbe a presença de menores de 12 anos em eventos carnavalescos.

Outro serviço com foco nas crianças e adolescentes, foi a identificação dos que tinham autorização para entrar, que apresentavam a documentação e estavam na faixa etária adequada. Para isso, foram distribuídos mais 200 crachás.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias