E-mail

mail@portalin9.com

WhatsApp

(92994108080

Anúncio
CUIDADOS

Pronto-Socorro Dr. Roberto Macedo alerta sobre infecções respiratórias em crianças

As doenças sazonais têm uma tendência maior de acontecer em determinada época do ano, de acordo com as mudanças de estações climáticas

05/07/2024 18h37
Por: Portal In9
Fonte: Secom Pará
Crédito: Joelza silva / Divulgação
Crédito: Joelza silva / Divulgação

"Meus filhos sofrem bastante com asma e, desta vez, a minha filha está com gripe, e muito cansada. Procurei o Pronto-Socorro porque moro pertinho. Este hospital tem sido uma benção pra mim, pois estou sempre cuidando desses problemas, e quando chega este tempo, preciso muito de cuidados médicos para os meus filhos", relata Cristiane Amorim, mãe de Kimberly Vitória Amorim, de 2 anos. Elas moram no bairro do Tapanã, e Cristiane procurou o atendimento para a filha no Pronto-Socorro Dr. Roberto Macedo (PSRM), situado na rodovia Augusto Montenegro, em Belém, para tratamento de duas infeçções respiratórias bastante comuns nesta época do ano, quando há o período de transição entre o inverno e o verão amazônicos.

A médica Layla Antunes, plantonista do Pronto Atendimento Pediátrico, destaca que é muito importante que as mães fiquem atentas à imunidade de seus filhos, para evitar essas doenças sazonais, que têm uma tendência maior de acontecer em determinada época do ano, de acordo com as mudanças de estações climáticas.

Continua após a publicidade

"As doenças sazonais, como o próprio nome indica, diz respeito àquilo que é temporário e relativo a cada estação do ano. Nesse sentido, as doenças sazonais são aquelas tipicamente desencadeadas ou agravadas em uma época específica do ano. Para evitar o surgimento ou agravamento dessa doenças, são necessários alguns cuidados", enfatiza.

Conforme a profissional, alimentação adequada, cobertura vacinal completa até os 2 anos, além de cuidados com exposição de crianças com até 6 meses, às situações que possam gerar infecções respiratórias, são medidas que podem evitar que as crianças sejam alvos dessas doenças, ou que, aos serem acometidas, as doenças não se agravem ao ponto de gerar uma internação ou óbito.

“Estamos percebendo que 80% dos atendimentos às crianças aqui no Pronto Atendimento da Pediatria estão relacionados às doenças respiratórias que acontecem nessa época do ano. Tivemos e continuamos tendo bastantes casos de bronquite, bronquiolite, exacerbação asmática e gripe. Essas doenças podem ser evitadas com alimentação que não inclua gorduras saturadas, por exemplo. É importante, também, que os pais ou responsáveis por crianças recém-nascidas, com idade de 0 a 6 meses, evitem contato delas com adultos nessa época do ano, pois há casos de doenças respiratórias que não apresentam sintomas e isso facilita o contágio. Até mesmo as pessoas mais próximas, se adoecerem, recomendam o uso de máscara facial quando estiverem em contato com crianças”, orienta a médica.

A alimentação saudável foi outro ponto abordado pela médica Layla Antunes, para fortalecer a imunidade. Segundo ela, "é preciso que biscoitos recheados e outros produtos alimentícios industrializados, que não contribuem com o fortalecimento da imunidade das crianças, sejam evitados na alimentação das crianças."

Há exatamente uma semana, Gabriele Balieiro Vieira, de Oeiras, Ilha do Marajó, foi admitida no Pronto-Socorro Dr. Roberto de Macedo com suspeita de pneumonia. Conforme informou a mãe, Denise Balieiro, a criança precisou se deslocar em busca de tratamento especializado e exames específicos.

"Eu me desloquei da Ilha do Marajó para receber atendimento aqui, pois lá não temos todos os recursos. Achei ótimo, pois aqui fiz todos os tipos de exames necessários. Também gostei de ficar em um quarto só eu e a minha filha. Todos os quartos aqui são assim, gostei muito. O atendimento está sendo bom, pois todo mundo me tratou bem. Os enfermeiros e os médicos estão sempre dando muita atenção e cuidando muito bem da minha filha. Além da pneumonia, minha filha está com suspeita de meningite. Ela fez até tomografia, um exame que não consigo fazer na minha cidade", relata a mãe.

Referência -O Pronto-Socorro Dr. Roberto Macedo, nova referência estadual em pediatria, está atendendo demandas pediátricas da Região Metropolitana de Belém, sobretudo os bairros do entorno, como Bengui e Mangueirão, e distritos de Icoaraci e Outeiro, que podem contar com o atendimento disponível 24h, em regime portas-abertas (sem a necessidade de encaminhamentos da Atenção Básica). Desde a sua inauguração, até hoje (5), foram realizados na unidade, 6.887 exames laboratoriais, 224 exames de imagem, incluindo exames complexos, a exemplo da tomografia, que em apenas dia, na última quarta-feira (3) foram realizadas 15 tomografias, além de 2.601 consultas, 55 cirurgias e 224 internações.

O Pronto-Socorro Dr. Roberto Macedo é gerenciado pelo Instituto ACQUA em parceria com a Secretaria de Saúde Pública (SESPA).

Unidade hospitalar administrada pelo Instituto ACQUA, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Estado do Pará (Sespa), tem 28 mil metros quadrados de área, estruturada para atendimento de urgência e emergência 24 horas, em média complexidade em pediatria.

Texto: Joelza Silva - Ascom/Pronto-Socorro

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias