23°C 34°C
Manaus, AM

Ceti Áurea Pinheiro Braga inicia a 2ª Feira Hispânica

Mais de 870 alunos do Ensino Fundamental 2 e do Ensino Médio estão participando das atividades

08/12/2023 às 11h46
Por: Portal In9 Fonte: Agência Amazonas
Compartilhe:
Foto: Eduardo Cavalcante/ Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar
Foto: Eduardo Cavalcante/ Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar

Iniciou nesta quarta-feira (06/12) a 2ª edição da Feira Hispânica do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Áurea Pinheiro Braga, unidade de ensino bilíngue português-espanhol localizada na zona oeste de Manaus. O evento tem como objetivo disseminar a cultura artística e literária do mundo hispânico e lusófono por meio de pesquisas, exposições científicas e apresentações de poesias, danças e teatro. No total, 22 países foram abordados pelos estudantes.

“Cada sala temática representa uma parte da literatura de um país. Os próprios alunos foram os responsáveis pela escolha desses personagens, sob a tutela de professores conselheiros. Agora, vamos para as apresentações daquilo que eles mesmos foram protagonistas e todo mundo quer ser bem avaliado”, ressaltou a gestora.

Continua após a publicidade

Entre os países abordados pelas turmas de Ensino Fundamental e Médio estão: Chile, Equador, Argentina, El Salvador, Espanha, Peru, Colômbia, Cabo Verde, Macau, Portugal, Guiné Bissau, Timor Leste, Angola, Cuba, Panamá, Porto Rico, São Tomé e Príncipe, Brasil, México, Uruguai e Costa Rica.

Produção 

Durante os últimos três meses de preparação para esta 2ª edição da Feira Hispânica, cada turma recebeu a tutela de, pelo menos, um professor-conselheiro. As escolhas dos autores, obras e aspectos culturais a serem explorados nas salas temáticas foram realizadas pelos próprios estudantes, por meio de pesquisas em sala de aula, que resultaram em trabalhos avaliativos durante o processo. 

A conselheira de uma das turmas do 1º ano, professora de Língua Espanhola Grissel Babilônia, que é peruana, destacou a importância de expandir o leque cultural dos estudantes. 

“Queremos colocar dentro de cada aluno essa ideia do quanto é importante ter esse contato com diferentes países, que também são produtores de arte, literatura. Minha turma, por exemplo, ficou com a Argentina, e estamos falando sobre Quino, o criador da Mafalda, que eles tanto veem nos livros.  Está sendo uma belíssima apresentação”, compartilhou a docente, que ministra aulas no Brasil há mais de 30 anos. 

Participação 

A aluna Elaine Andrade, 16 anos, estava ansiosa para visitar as apresentações das turmas dos colegas. A experiência, de acordo com a discente, foi muito aguardada.

“A Feira Hispânica trouxe para gente muita diversidade cultural. A Argentina, país da minha sala, é repleto de cultura, com ótimos escritores, pintores, que falam sobre sociedade, cotidiano. Daqui, vou para a apresentação do México, quero aprender sobre a Frida Khalo e sobre o Dia dos Mortos, que é tradição lá”, comentou a discente.

A abertura foi realizada com uma apresentação de Teatro Mudo com narração em espanhol. Já o encerramento acontecerá com um desfile dos representantes de cada sala, carregando as bandeiras de suas respectivas nações abordadas. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias